Começa dia 1 de março e finaliza em 30 de abril de 2018 o prazo para envio da Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física referente ao ano de 2017. O valor da penalidade para o contribuinte que perder o prazo para entregar a Declaração é de no mínimo R$ 165,74 e no máximo 20% do imposto devido. Ocorrendo imposto a pagar a multa é de 1% ao mês incidente sobre o imposto devido, mesmo tendo pago na sua totalidade. Na ausência de imposto a pagar, a multa é de R$ 165,74.

Os contribuintes que enviarem a declaração no início do prazo, ausente de erros, omissões ou inconsistências, receberão mais cedo as restituições do Imposto de Renda (em caso de direito). A partir de junho até dezembro a Receita Federal divulga os lotes dos valores para pagamentos.


Quem está obrigado a declarar?

  • Quem recebeu rendimentos tributáveis, em 2017, cuja soma foi superior a R$ 28.559,70;
  • Na atividade rural quem teve receita bruta superior a R$ 142.798,50 em 2017;
  • Quem recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, cuja soma foi superior a R$ 40.000,00;
  • Quem teve, em 31/12/2017, a posse ou a propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, de valor total superior a R$ 300.000,00;
  • Passou à condição de residente no Brasil em qualquer mês e nessa condição se encontrava em 31 de dezembro de 2017;
  • Obteve, em qualquer mês, ganho de capital na alienação de bens ou direitos, sujeito à incidência do imposto, ou realizou operações em bolsas de valores...

Quais documentos são necessários?

Entre em contato conosco que enviaremos um check list para auxiliá-lo(a) na separação dos documentos.

Como é realizada a nossa prestação de serviço?

Após a separação dos documentos necessários pelo cliente e envio ao Declare seu IR, a nossa prestação de serviço compreende em:

  • Análise dos documentos;
  • Elaboração da declaração;
  • Conferência e revisão;
  • Transmissão da declaração;
  • Envio da declaração e recibo ao cliente;
  • Envio de DARF (no caso de imposto a pagar);
  • Criação do código de acesso;
  • Extrato de processamento;
  • Consulta aos lotes (se houver restituição do imposto de renda).